Miguel Ângelo Solo


Uma nova aventura se inicia. Se nos dois projectos anteriores tínhamos Miguel Ângelo como líder num Quarteto que dava vida e expressão às suas obras originais de modo franco, bem definido e intenso, neste projeto vemo-lo aventurar-se a solo, acompanhado pelo fiel contrabaixo.

Fazer música é um ato de ousadia, chega mesmo a ser um ato de loucura, fazê-lo a solo é o ainda mais. Desde sempre estive envolvido em processos de criação a solo, sobretudo numa vertente multi-instrumentista, gosto do que me tira dos eixos e dos caminhos habituais. Hoje, sinto-me com maturidade e desenvoltura suficiente para o fazer com o Contrabaixo a solo.

É música, sobretudo improvisada, experimental, onde exploro os sons e vozes do contrabaixo, afinações, timbres e alguns efeitos e loops, tudo criado em tempo real.

Resumindo, um risco!

 

Discografia | Press

Media