MAZAM


No seu mais recente projecto de originais, o saxofonista João Mortágua explora a sonoridade do quarteto com piano, juntando-se a uma emblemática secção rítmica, em prol de um produto fresco e apurado.
Sem filtros, chora-se a mágoa à beira-mar e ri-se face à alegria na montanha. De tudo e nada é feito este espaço de patrulha.

Com um disco na algibeira, a ser lançado m ainda este ano, este grupo gravita entre improvisações e algumas das mais recentes composições do saxofonista.

Joao Mortagua, saxofone
Carlos Azevedo, piano
Miguel Angelo, contrabaixo
Mario Costa, bateria